Scriveble

Semi-acusações

Considerações Iniciais:

Essa one não e feita pensando em repercussão (embora não negue comentários se quiserem fazer). Isso é um desabafo que quero deixar gravado nesse site e que ocorreu no Spirit Fanfics, meses atrás.

>>>---<<< ••• >>>---<<<


Cuidado com o que tu acusa sobre o outro.Nem sempre aquilo que parecede fato o é. 


>>--<< •• >>--<< 


Dente de Leão em:

Desabafos sobre plágio. 


Semi-acusações 


Capítulo único 


>>--<< •• >>--<< 


O reino Espírito poderia ser considerado tudo, menos pacífico. Uma verdadeira selva estava plantada naquelas terras frias. Selva de tinta e ideias, onde os moradores faziam as vezes de gladiadores bestiais para poderem sobreviver lá dentro. Suas armas eram as palavras, enredos e histórias, muitas vezes mais afiadas que espadas.

Nessa terra onde qualquer pessoa podia escolher se estabelecer ali, ninguém dava seu nome verdadeiro. Se apresentavam com uma identidade criada para ali viver. 

Naquelas terras, haviam dois tipos de habitantes: Os Consumidores e Os Portadores da Palavra. A segunda classe era responsável por todos os textos que corriam por aquele reino. Dependendo do quanto fizessem suas obras sedutoras para a primeira classe, um Portador ficava imensamente famoso e prestigiado. Muitos e muitos conheciam as suas palavras escritas, fazendo suas obras crescerem grandiosamente no reino. E todos os Portadores queriam esse status, se lançando em mais e mais obras, na esperança que uma finalmente vingasse. E cada vez mais jovens entravam em tal função.

Nesse cenário, encontra-se a protagonista desse relato. Dente de Leão era uma garota que entrou no ramo fazia pouco tempo. Empreendeu esforços em obras fadadas ao esquecimento, resultando no fim de cada uma. Mas ela, sempre esperançosa, nunca desistia de fazer suas palavras ganharem os holofotes.

Em determinado dia, a mente da jovem produziu um estalo de criatividade. Finalmente, pelo o que pensou, tinha uma história que iria atrair interesse. Bem depressa se sentou e começou a escrever. Horas se passaram e ela finalmente pode sorrir, ao ver o fruto de seu esforço. O enredo e plot causavam fascínio em sua criadora. Seu desejo era que os Consumidores também amassem sua nova obra, assim como ela a amava.

No dia seguinte Dente de Leão foi até o Mural, feliz e sorridente, publicando enfim o prólogo. Voltou para casa satisfeita, mas tal sentimento logo iria provar ser pífio.

Do outro lado do reino, uma Portadora em muito mais influente, chamada Interactive viu a publicação da outra. Imediatamente mostrou para sua amiga, conhecida como A Investigadora, que na mesma hora achou semelhanças demais com uma obra sua apagada anos atrás e repostada fazia pouco.

Então, Interactive foi atrás de Dente de Leão, dizendo sobre as tais semelhanças. Dizia que não queria acusar, mas seu tom dizia tudo. Pediu que houvessem mudanças no prólogo. Pediu que mudasse a data dos acontecimentos e até mesmo a estrutura do texto. Pediu como se tivesse alguma autoridade. 


- Não quero criar nenhuma briga, mas é porque o trabalho dela é muito incrível e suado, ela gosta muito história e, sendo ou não plágio, seria desconfortável até para mim. 


Foi o que ela disse a jovem. A outra por sua vez logo tratou de explicar que nada havia feito. Sua história havia sido criada desde o zero e tudo era uma grande coincidência. Explicou isso a que veio lhe importunar e a sua amiga, que mesmo se doendo não veio falar consigo.


Então meu trabalho não é duro? Apenas o da outra?


 Dente de Leão se perguntou, uma vez que estava sozinha em sua casa. Isso a fez se sentir ainda pior enquanto refletia sobre tudo aquilo. A fez se sentir tão mal que Dente de Leão saiu correndo até o Mural, onde procurou sua história e a apagou.

 As duas ficaram sabendo disso. Interactive soltou algum queixume lamentoso com o rumo que tudo tomou. A Investigadora nada disse e Dente de Leão se entristeceu ainda mais com a perda de seu querido trabalho.

Mais tarde, a jovem resolveu procurar a história daquela que apontou semelhanças. Havia apenas um capítulo publicado até aquele momento, que Dente de Leão leu rapidamente. E conforme lia cada uma daquelas palavras a raiva vinha lhe possuir. Nada ali era parecido com seu prólogo, a não ser o tipo de narração. Fechou aquilo sem acreditar. Apagou sua querida história por alegações, baseadas em algo apagado a muito tempo, que  em ao menos sabia da existência.

Possessa, Dente de Leão se desvinculou completamente daquelas duas garotas, mais semelhante a harpias cruéis. Ficou um dia inteiro dentro de casa, mal por todo aquele contexto.

Então, após muito pensar, decidiu que iria se afastar temporariamente daquele reino injusto. Ao menos por enquanto, até se recuperar.

Saiu sem chamar atenção de ninguém. Uma vez mais distante olhou para aquelas terras mais uma vez. Ainda iria voltar e faria suas histórias se tornarem famosas.

E quanto aquelas duas que resultaram naquele fim, poderia dizer apenas para aguardarem. Pois assim como a flor que usava de identidade, ela até podia ser soprada ao longe, mas iria se firmar em muitos e muitos lugares. As duas ainda veriam muito do que era capaz. 


>>>---<<< ••• >>>---<<<

Considerações Finais:

Essa história também está postada no Spirit fanfics, pelo o mesmo user: Nix_Pink. Caso veja essa história em algum outro lugar, me avise por favor.

Sem comentários no momento

Nix_Pink

Problemas? Fale conosco!

Encontrou algum problema ao navegar no site? Entre em contato através do Discord ou do Instagram e relate o ocorrido, ou então pelo email: suporte@scriveble.com.